domingo, 3 de janeiro de 2010

Anos Novos para a De Tomaso: marca italiana adquirire uma das linhas de montagem da Pininfarina...







Depois do anúncio da volta da De Tomaso no final do ano passado, começam a surgir novas notícias sobre a retomada da fantástica fábrica que leva o nome do piloto e industrial argentino Alejandro De Tomaso, morto em 2003, e que produziu modelos esportivos emblemáticos como os Vallelunga, Mangusta, Pantera, Longchamp e Guará.


Foi anunciada ontem a compra de uma das unidades da linha de montagem do célebre estúdio Pininfarina a Gian Mario Rossignolo, atual proprietário da De Tomaso. A fábrica adquirida foram as instalações da Pininfarina em Grugliasco, na Itália, que junto as unidades de Turim e Trieste era uma das mais importantes do estúdio.

A De Tomaso prevê investimentos de 115 milhões euros, bem como o desenvolvimento de três modelos (um SUV , um sedan e um esportivo) durante os próximos quatro anos, que juntos terão ao todo 8.000 unidades produzidas. As apresentações dos modelos terão início durante o Salão de Genebra do ano que vem.

O plano de reativar a fábrica surgiu com a crise do setor no ano passado, quando a própria Pininfarina pediu apoio de crédito a bancos e agências estatais, para diminuir a dispensa de funcionários das linhas de montagem do estúdio. Já a retomada da De Tomaso, começa num bom momento, onde motores econômicos e ágeis estão sendo desenvolvidos e um dos principais atrativos de compra dos esportivos são ainda os detalhes retrôs, ou referências a modelos gloriosos do passado, item que a fábrica já traz de série!

 

 
 
 

 
 
 
 

 
 
 
 

 
 
De Tomaso retoma as suas atividades em 2011. Nas imagens, modelos memoráveis, como o Mangusta, o Pantera, o Longchamp e o Guará (de cima para baixo).



Um comentário:

Joel Marcos Cesetti disse...

Os carros da De Tomaso já são clássicos por natureza.Então vamos aguardar novos clássicos para 2011.


Obrigado pela visita e um ótimo 2010.