sábado, 26 de fevereiro de 2011

"Sport Luxury Sedan": De Tomaso revela novas imagens de SLS, o 'antigo' SLC, que estará em Genebra...


Escolhendo o Salão de Genebra deste ano para renascer, a De Tomaso sabe que terá um longo caminho para reerguer o seu nome, cujo legado emana mitos como os fabulosos Mangusta, Deauville, Pantera e o derradeiro superesportivo da marca italiana de sangue argentino, o Guará.

Semana passada , a marca havia revelado o SLC , modelo crossover com ares dos modernos modelos shooting brake, que mesclam diversas características de esportividade e praticidade em um único modelo. Hoje novas imagens do modelo foram reveladas, e o nome provisório mudou para SLS, que agora significa Sport Luxury Sedan.

Para o lançamento do SLS, a De Tomaso está investindo nada menos que 116 milhões de euros nos próximos quanto anos, utilizando as instalações de Termini Imerse  para a sua manufatura, já a fase de acabamento será feita na linha de montagem adquirida pelo grupo do Estúdio Pininfarina, em Grugliasco, no ano passado. 

Além do SLS, a marca planeja produzir 8.000 carros por ano, e estarão divididas entre as 3.000 do SLS, 3.000 de um sedan convencional que a marca está desenvolvendo e 2.000 de um coupé esportivo. É com essa estratégia e até certo ponto de diversificação de modelos, que a De Tomaso pretende voltar ao mundo da indústria utomobilística, deixado por ela há 5 anos atrás.

O SLS foi desenvolvido para brigar com modelos como o BMW Série 5 GT e o Audi A5 Sportback. O seu design é até certo ponto controverso, mas chega a lembrar o Maserati Quattroporte, ou mesmo o Tesla S, o que expressa um tanto de descuido da equipe de designers do Estúdio Pininfarina, que parecem ter esquecido, ou quem sabe a intenção era essa mesma, dos antigos modelos da marca italiana.

Mas se a estética não relembra os De Tomaso de outrora, sob o capô, a coisa começa a mudar de figura. O carro possuirá duas opções de motores, um seis cilindros de 300 cavalos de potência, e um poderoso V8 com 500 cv, com opções de câmbio automático e tração integral. No mais, o SLS até parece um estranho no ninho, ou na história, dessa marca que sempre teve a esportividade na veia, independente da carroceria de seus modelos. 





De Tomaso SLS:  depois de revelar o seu crossover como SLC, sigla que designava Sport Luxury Car, a marca italiana o rebatiza de SLS, ou Sport Luxury Sedan, bem como divulga novas imagens do modelo...





... o carro que marcará o retorno da De Tomaso terá uma produção de 3.000 unidades anuais, mas os planos da marca é de produzir 8.000 veículos, contando com 3.000 unidades de um sedan convencional que a marca está desenvolvendo e 2.000 de um coupé esportivo.





Nenhum comentário: