sábado, 29 de julho de 2017

Menos caro: Tesla apresenta o Model 3 carro elétrico de 35 mil dólares




Enquanto que no Brasil os preços dos automóveis sobe desenfreadamente, lá fora parece que acontece o contrário. Para se manter no mercado, os fabricantes têm feito manobras de tornar seus modelos mais acessíveis. O caso mais recente vem da Tesla, que na noite desta sexta-feira, 28, apresentou o Model 3, carro elétrico na faixa dos US$35.000 e que pretende mexer com o mercado americano.

Toda a mídia especializada estava aposta para a apresentação do novo modelo da marca, atualmente considerada uma espécie de Apple automotiva no mercado americano, devido as inovações apresentadas em seus modelos. O sucesso é tanto que este ano a marca conseguiu o título de fabricante de veículos mais valiosa do mercado americano, desbancando as três grandes de Detroit (leia-se General Motors, Ford e Chrysler). E com o Tesla 3, novo modelo de entrada tentará se consolidar ainda mais.




O Modelo 3 estará disponível em duas versões. A Standard mais básica, com preço de US$ 35 mil e autonomia de 354 Km por carga, e a Long Range, com 498 Km de autonomia e preço de US$ 44 mil. Os números de pista são interessantes para este tipo de veículo. O Model 3 Standard faz de 0 a 100 Km em 5s6 e alcança velocidade máxima de 210 Km/h. Já a Long Range os números são 5s1 e 225 Km/h.




O exterior lembra os outros modelos em linha da marca. A lateral segue as linhas arqueadas do Tesla  Model S, já a dianteira possui um desenho limpo sem grade dianteira e faróis bumerangue, similares aos modelos Citroën. As lanternas traseiras lembram as presentes no Model X, mas o caimento do vidro traseiro e o porta-malas carregam os traços do S. O peso varia entre os 1609 kg, na versão Standard, e 1730 kg no Model 3 Long Range.



Internamente, o minimalismo toma conta da cabine. O destaque fica por conta da tela tátil de 15 polegadas que desponta no console central. Por ela será possível ter em mãos todos os  comandos do Model 3. As rodas de 18 polegadas são de série, as de 19 custam um acréscimo de 1.500 dólares. Outro item opcional é o sistema Autopilot que conta com o modo de condução autônoma e custa US$ 5 mil. A Tesla crê que no futuro o modelo poderá ser totalmente autônomo e para isso seriam necessários mais US$ 3 mil para fazer esta conversão.




Na apresentação do Model 3, a Tesla entregou as 30 primeiras unidades o CEO e fundador da empresa, Elon Musk, acredita no crescimento da produção e no sucesso do modelo mais em conta da marca. “A produção crescerá exponencialmente nos próximos meses, com 1.500 carros em agosto e alcançaremos as 20.000 unidades em dezembro”, garantiu.  



Nenhum comentário: