sexta-feira, 24 de junho de 2011

Nem Rolls, nem Bentley: Lexus LS 600h Landaulet será o carro que fará o transporte do casamento real em Mônaco...



Luxo e elegância sempre estiveram ligados ao principado de Mônaco. O micro país europeu localizado ao sul da França, na porção mediterrânea do território francês, pode possuir pouco mais de 2 quilômetros quadrados, mas suas suntuosas festas e eventos ganham grande repercussão entre os editoriais de vários segmentos mundo a fora.

E mais uma vez o pequeno principado vira alvo dos flashs de todo o mundo. O casamento do novo monarca da casa dos Grimaldi, o príncipe Albert II está prestes a acontecer. Mas não apenas por ser as bodas do soberano ganham as capas dos editoriais, até mesmo a “viatura” que fará o traslado do novo casal real monagasque será um tanto diferente dos demais reis e príncipes de outras nações mundo a fora.

Ao contrário do que se espera de um casamento real, com carruagens ou mesmo os tradicionais Rolls-Royce e Bentley, o sucessor de Rainier III nem sequer desfilará pelas ruas do principado a bordo de algum veículo de luxo europeu, muito pelo contrário. O carro que levará o príncipe Albert II e a ex-nadadora e sul africana Charlene Wittstock será um Lexus LS 600h L Landaulet .

Mas não é apenas um Lexus LS 600h L comum, o sobrenome Landaulet confere um teto em forma de bolha transparente na parte traseira a partir da coluna B do luxuoso sedan nipônico. O projeto supervisionado pela própria Lexus, ficou a cargo do construtor belga Carat Duchâtelet.

Para construir o teto transparente fora preciso tirar a parte traseira do teto original, e substituí-la por uma cúpula de policarbonato com 8 mm de espessura e 26 quilos de peso, feito sob encomenda a uma empresa francesa especializada em cabines de avião. A Carat Duchâtelet compensou a falta da rigidez da estrutura por reforços soldados de Kevlar e fibra de carbono, além de estruturas metálicas em forma de colméia.

Depois de todo esse processo, foram re-implantados os 20.000 componentes de módulos eletrônicos e outros elementos decorativos originais do modelo cuidadosamente, resultando em mais de 2.000 horas de trabalho feito pelas mãos de uma equipe composta por 10 técnicos.

Após o casamento, o “Lexus real” ficará exposto no Museu Oceanográfico de Mônaco, para a visitação pública. O casamento rela acontecerá no próximo dia 02 de Julho, e pelo visto em nada lembrará o tradicional casamento dos genitores do príncipe Albert II. Em 1956 quando o prícipe Rainier III se casou com a atriz Grace Kelly, o carro que serviu de carruagem ao casal real foi um Rolls-Royce conversível, mas os tempos são outros e o glamour não se dá mais pelas tradições, mas sim por acordos entre marketeiros que tomam de conta de mega eventos como este.



Lexus LS 600h L Landaulet: contrariando aos mais tradicionalistas, o futuro casal real monagasque escolheu um luxuoso sedan japonês com a parte traseira do teto transparente, que os tradicionais modelos conversíveis e limousines ingleses...




... a construção do teto foi supervisonada pela próprio Lexus, mas as devidas modificações ficaram a cargo da empresa belga  Carat Duchâtelet.




Nenhum comentário: